Seja qual for o tamanho da sua empresa ou negócio, muitas vezes com o objetivo de facilitar os trâmites administrativos recorremos a outros serviços de apoio para agilizar processos. É neste âmbito que encontramos a definição de outsourcing, que se caracteriza pela transferência das actividades de uma organização para outra empresa.

 O serviço de Outsourcing de TI significa a terceirização da gestão e do controle dos sistemas relacionados à tecnologia de informação. Em algumas instituições que possuem um alto volume de comunicação é comum a presença deste tipo de serviço, uma vez que são escassos os profissionais que possam exercer essa função de forma capacitada. Assim, ao invés de contar com um núcleo de TI dentro da organização, muitas empresas optam por contratar serviços de gestão em TI para desempenhar este papel, garantindo um melhor desempenho para o sector.

 

Benefícios da Terceirização

 

Hoje o outsourcing representa muito mais do que uma ferramenta, é uma estratégia valiosa de negócios. Na área de tecnologia o outsourcing transformou-se em um fator imprescindível para aumentar a produtividade, rentabilidade e possibilitar uma vantagem competitiva. Ao terceirizar o serviço, a empresa automaticamente está gerando valor ao negócio, fazendo com que os colaboradores da empresa possam estar exclusivamente focados na organização.

Isto traz ainda rapidez ao sector e melhora a qualidade do serviço prestado, sem falar da segurança na análise e coleta de informações. Outro ponto importante diz respeito ao custo, já que haverá uma redução no investimento de mão de obra e equipamentos, pois ficam a cargo das empresas contratadas. Os fornecedores de Outsourcing devem ser vistos como parceiros da empresa, pois com a sua capacidade ele pode avaliar e planejar a tecnologia que melhor atenderá ao cliente.

 

Serviços de Outsourcing

 

Offshore Outsourcing: um serviço é definido como offshore outsourcing quando há

actividades com fornecedores fora do país. Algumas empresas escolhem serviços de suporte e software de outros países por apresentarem melhor custo e qualidade. No entanto, é preciso

estar atendo às diferenças culturais e as possíveis falhas na comunicação.

 Onshore Outsourcing: neste caso a realização dos serviços continuam fora da organização, mas dentro do mesmo país, o que facilita a comunicação, relacionamento com os fornecedores e adaptações no negócio.

 Outsourcing Nearshore: caracteriza-se pela execução dos serviços em países vizinhos ou em regiões geograficamente próximas, onde existe uma semelhança em língua, cultura e fuso horário, o que acaba por contribuir nas negociações.